domingo, 22 de maio de 2016

Fortes terramotos atingem novamente o Equador !

Fortes terremotos voltaram a sacudir nesta quarta-feira a costa oeste do equador, a poucos quilômetros do epicentro do tremor de 16 de abril. Juntos, os abalos de hoje representam liberação de energia equivalente a 406 mil toneladas de TNT.

Forte terremoto atinge Equador, a 28 km de Muisne
O primeiro evento ocorreu as 04h57 pelo Horário de Brasília e atingiu 6.7 pontos de magnitude. O segundo tremor ocorreu às 13h46 e foi calculado em 6.8 magnitudes. Ambos ocorreram a 32 quilômetros de profundidade, a cerca de 24 quilômetros da cidade de Rosa Zarate e foram registrados pelo sismógrafo do Apolo11/Painel Global, instalados na cidade de São Paulo.
Em 16 de abril de 2016, a mesma localidade costeira foi abalada por um terremoto de 7.8 magnitudes, que provocou alerta de tsunamis e deixou centenas de mortos nas cidades vizinhas.
Simograma de terremoto no Equador 
Simogramas dos terremotos no Equador registrados em São Paulo
Estatística Sísmica

Desde 1979, foram registrados 2875 tremores em um raio de 700 km ao redor do epicentro. Em torno de 100 km foram observados 103 eventos. O sismo mais próximo foi registrado a 7 km, em 21/12/1998 e atingiu 4.1 magnitudes.
O mais significativo ocorreu em Equador, a 29 km de Muisne no dia 16/04/2016, a 34 km de distância do evento atual e atingiu 7.8 magnitudes.

Sismicidade

Os dois terremotos desta quarta-feira e também o evento de 16 de abril de 2016 ocorreram em decorrência das forças de compressão criadas pelos movimentos entre a placa tectônica de Nazca e a placa tectônica da América do Sul. Os estudos mostram que na localidade do epicentro a placa de Nazca mergulha lentamente abaixo da sul-americana na velocidade de 16 mm ao ano.
Esse afundamento constante cria pressões extremamente intensas na região de contato, até que em dado momento a rocha atinge seu ponto de ruptura e parte da placa mergulhante desaba abaixo da outra, erguendo-a. Esse processo é conhecido como subducção.
Essa dinâmica de forças ocorre há milhares de anos e é a responsável pelo levantamento de toda a cordilheira dos Andes e causadora do maior terremoto já registrado, ocorrido no sul do Chile em 1960 e que atingiu 9.5 magnitudes.uu8

Fonte: http://www.apolo11.com/terremotos_globais.php?titulo=A_Terra_treme_fortes_terremotos_atingem_novamente_o_Equador&posic=dat_20160518-155536.inc

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...