segunda-feira, 1 de junho de 2015

Universidade de Coimbra cria vacina nasal contra ataques bioterroristas

Uma equipa de investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular e da Faculdade de Farmácia da UC criou uma vacina que atua de forma rápida, pode ser administrada por qualquer pessoa e atua de forma precoce perante uma ameaça de bioterrorismo com antraz.
Olga Borges é professora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra e explica que esta descoberta "permite o desenvolvimento de anticorpos não só daqueles que circulam no sangue, mas também anticorpos ao nível da mucosa nasal. É uma mais-valia porque não permite a inalação dos esporos de antraz, não passando para a corrente sanguínea e não permite que a doença se desenvolva".
A equipa de investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular e da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra (UC) trabalha nesta investigação há cerca de quatro anos.
A vacina não é administrada de forma convencional, "neste caso a vacina é uma suspensão que é depositada nas narinas, qualquer utente teoricamente poderá fazer a administração, basta adquirir numa farmácia, são umas gotas colocada no nariz.", explica Olga Borges.

Fonte: http://m.tsf.pt/m/newsArticle?contentId=4600267&page=1

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...